quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Qual a sua maior preocupação para o ano de 2013?

Antes de responder a essa pergunta, vou relatar sobre o priminho dos meninos, meu sobrinho de 5 anos e meio filho de meu irmão..

Enzo, Julio e João
Alguns dias antes do Natal meu irmão me procurou falando que achava que o Enzo [meu sobrinho] estava com diabetes.. que já tinha levado no médico, mas que o resultado dos exames só sairia após o Natal. Naquele dia o Enzo dormiu em casa, a única coisa que notei foi que emagreceu um pouco, a quantidade de idas no banheiro continua normal, mas a glicemia dele nessa noite que ficou comigo foi de 146, 140 e acordou em  jejum com  110 mg/dl. Querendo ou não a gente fica com a pulga atrás da orelha, pois já temos o histórico do João Pedro com dm1.

Os critérios para ser diagnosticado com diabetes tipo 1 são esses:


A glicada do Enzo foi de 6,0 [preocupante no meu ponto de vista..],  a Endocrinologista vai repetir os exames ainda neste mês de janeiro, ontem ele veio em casa brincar com os meninos e eu medi novamente, um pouco antes do jantar deu 165 mg/dl. Sinceramente espero que não seja diabetes.. mas se for mais uma criança que entra para as estatísticas..

Essa notícia saiu em vários lugares na internet: Casos de diabetes tipo 1 tem crescido entre as crianças, ainda não se sabe a causa e acredito que estamos longe de saber, mas é fato que tem aumentado e muito os casos de diabetes em crianças, tanto o tipo 1 quanto o tipo 2.

A minha preocupação não se deve somente ao fato desse aumento de casos, mas principalmente em como essas crianças serão cuidadas e atendidas.. A Educação em Diabetes é primordial para se ter um bom controle glicêmico e um futuro sem sequelas, mas sabemos que infelizmente a maioria das pessoas não são informadas adequadamente sobre isso.

Outro fator que me deixa de "cabelos em pé" é como essas famílias são orientadas e atendidas para receber insulinas e insumos num sistema que está cada vez mais precário e sabemos que poderá ocorrer a falta dos mesmos.

A minha preocupação maior para esse ano é essa.. não só em relação ao meu filho, ao meu sobrinho se for mesmo diagnosticado, mas em relação a todos que precisam e irão precisar de informações, insulinas, insumos, apoio e talvez não terão acesso a nenhum desses itens, é ou não é um caso para pensar, refletir e se preocupar.. Como será o futuro dessas crianças, jovens e adultos com diabetes?

6 comentários:

  1. eh bem isso... e os pais que sao analfabetos s.... fazem como? e a aceitaçao? e os insumos corretos? e os medos de quem deve trocar de insumo.... dificil viu....

    ResponderExcluir
  2. Mas diabetes tipo 1 quando começa aparecerem os sintomas já está num caso bem avançado, pois cerca de 80%do pâncreas já está falido. Mesmo assim vale investigar com certeza. Tomara que não seja, mas se for Bora cuidar. Boa Sorte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb espero que não seja Irene, mas se for.. cuidar! Beijo

      Excluir
  3. Olá Silvia, meu JOão tem 8 anos e foi diagnosticado com diabetis há 10 dias. Ainda estou assustada. Seus relatos me conformam. O que vc ouve sobre Células tronco... será que não seria a hora, já que temos tantas crianças nesta situação, de fazermos um chamamento popular? o que pensa? Sorte ao Enzo. Rezamos por todos. Abraços. Isabel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isabel, espero que o João esteja bem... O primeiro passo para um bom tratamento é a aceitação, cada pessoa tem o seu tempo e posso te dizer com toda certeza mesmo que esteja assustada o que é mais do que normal, pois um mundo novo entrou em sua vida, devagar tudo vai entrar nos eixos. Tudo vai ficar mais tranquilo com o tempo.. Fico feliz que posso te ajudar de alguma maneira com meus relatos.
      Olha Isabel sou sincera sobre o que perguntou nas células tronco, acredito que seja para o futuro sim, mas nada antes de 10, 15 anos ou mais, as pesquisas estão avançando mas ainda falta muito pra chegar lá, o que podemos fazer é instigar o investimento nas pesquisas.
      O meu foco são as tecnologias que garantem um bom tratamento do diabetes, esse sim está ao nosso alcance, e a Educação em Diabetes pra garantir um bom controle glicêmico.
      Tb torço pelo meu sobrinho, mas se com o tempo for diagnosticado vamos cuidar, assim como cuido de meu filho e vc agora cuida do seu!
      Amiga o que precisar, se tiver qualquer dúvida conte comigo.
      Acalme seu coração e dê tempo ao tempo, tudo ficara bem!
      Um beijo

      Excluir