domingo, 3 de abril de 2016

Uma experiência com o FreeStyle Libre

Por Yara Resende Rocha, mãe da Laura 8 anos / França


O Free Style Libre (vou usar FSL no meu texto, pra facilitar), surgiu « do nada » aqui na Europa em outubro de 2014. Digo do nada porque foi um lançamento meio surpresa, descobrimos na imprensa leiga, até os médicos foram surpreendidos.

Parecia um sonho e virou mesmo um sonho porque rapidamente eles esgotaram os estoques com a enorme demanda. Bastava pagar e comprar. Não tive nem o tempo de pensar se comprava e já não tinha mais. O ano de 2015 foi quase todo em fila de espera. 

Quando a Abbott percebeu o sucesso (interpretação minha), eles se organizaram e desde o começo de 2016 já está disponível aqui sob encomenda.

Falemos primeiro de PREÇO: 60 euros cada « elemento ». São 2: o leitor, que escaneia a glicemia (a gente compra só ma vez – se não perder, porque já vi casos de perda), e o sensor que instalamos no braço e dura 14 dias. Ou seja, 60 euros pra ter o leitor e 60 euros de sensor pra cada 14 dias.

Se entendi corretamente, já esta chegando aí no Brasil (em maio ?).

Aqui ainda não é reembolsado pelo Governo. Espero que isso mude logo. Recentemente foi aprovado também para crianças, mas conheço muita gente que comprou pros filhos desde 2014. Eu preferi esperar a autorização da médica da Laura (ainda que eu não visse qual era a possibilidade de risco).

Parece que o custo vale à pena se compararmos ao preço das fitas de glicosímetro. 

Primeiro: NÃO FURA OS DEDOS!!! Todo mundo já sabe, mas é maravilhoso isso!!! Maravilhoso, rápido, discreto. E melhor ainda: como a gente pode escanear quantas vezes quiser, fazemos um monte! 
E o controle das glicemias fica mais fino porque podemos seguir a evolução das glicemias em várias situações: quando come isso, quando come aquilo, quando a fazemos o bolus antes, quando fazemos muito antes, quando a gente acorda sem querer durante a noite… é só passar o leitor e conhecemos detalhadamente o perfil das glicemias. O leitor da várias informações, então eu sei que nossa média de scans por dia é de 18!!!!

FIÁVEL? É a grande questão, não é, porque do que adianta se não for fiável? Segunda a Abbott a fiabilidade do FSL é de 96%.

Pra discutir isso, lembremos que o sensor é um « fiozinho » (muito fininho) que fica no subcutâneo, e não no sangue, que é aonde medimos a glicemia. Isso implica em uma diferença potencial. Nas primeiras horas de funcionamento do sensor, temos que considerar que ele precisa de um tempinho pra ficar bem impregnado do meio intersticial; ou seja, demora um pouco (algumas horas) pra que o equilíbrio reflita fielmente o que está se passando no sangue.

Outra coisa óbvia é que, nos extremos de glicemia (hiper e hipo), é provável que a diferença seja maior, pelo tempo que precisa para que essa modificação (aumento ou diminuição) se reflita no interstício (no subcutâneo, aonde está o sensor). E é claro que quanto mais rápida a mudança, mais provável de ter uma diferença entre a leitura do glicosímetro e a do FSL. MAS, pessoalmente não vejo isso como um problema, porque quando é hipo é hipo, e quando é hiper, é hiper – isso ai não tem dúvida, ele não se engana! 

Ou seja, se for hipo, temos que tratar da mesma maneira, se for hiper, é melhor saber o valor exato pra fazermos a correção mais precisa. Nesses casos poemos fazer então uma glicemia capilar também, pra confirmar o valor exato. Mas a recomendação que tive aqui foi: FIM DE GLICEMIA CAPILAR! Minhas fitinhas estão durando meses e meses, faço muito pouco. Quando faço é mais por curiosidade mesmo. Já achei algumas diferenças « importantes », mas nunca achei hipo nem hiper de mentira. Claro que muda se uma hipo é de 40 ou 66; uma hiper de 325 ou de 275. Mas o FSL não vai mostrar uma hipo que não existe (só se vc considerar hipo abaixo de 70, o FSL mostrar 72 e o glicosímetro mostrar 69… mas sem exagerar não é !!?). Mas a grande maioria dos resultados é realmente muito próxima ou igual à do glicosímetro.

AS CRIANÇAS AMAM! Todas, sem exceção! O que é logico! Os adultos também! Adultos pais ou adultos que têm diabetes!

NÃO DOÍ quase nada e é FÁCIL de INSTALAR. O fio é bem fininho e o sistema de aplicação é EXTREMAMENTE simples! Eles foram muito espertos porque essa simplicidade é realmente uma vantagem importante. E só colocar o sensor no aplicador e aplicar. Nenhuma manipulação. Qualquer pessoa pode fazer.

DESCOLA? Com a gente nunca descolou. A Laura já passou uma semana no Marrocos na piscina todo dia, sem problemas. Se vejo que ele tá ameaçando descolar, coloco um adesivo por cima (tipo Hydrofilm, Mepitel etc). Claro que temos que limpar e desengordurar bem a pele antes de aplicar.

O sensor é realmente PEQUENO E FINO. Como uma moeda de 1 real. Mais gordinho, sim. Mas ainda assim é bem discreto. O local indicado (e testado) de instalação é no braço. Já ouvi falar que tem gente que instala na coxa, mas não assino embaixo ! Já ouvi também historias de alergia. Poucas vezes mas ouvi.

Como outros sensores, o leitor mostra uma seta que indica se a glicemia esta estável, subindo rápido, menos rápido, ou descendo (rapidamente ou menos rapidamente). 

Tem também varias funções: média das glicemias, curvas de tendência (por período do dia), gráficos de tendência das glicemias (nas metas ou não), todas as glicemias medidas e média de quantas medições fazemos por dia – e isso nos últimos 7, 14, 30 e 90 dias. 

Tem também a opção de entrar dados como sensibilidade a insulina, etc, pra poder calcular doses, quando a pessoa não usa bomba.


Importante: uma vez que instalamos o sensor, podemos fazer somente 2 scans por dia, por exemplo, o sensor acumula as medidas e passa as informações ao leitor quando escaneamos, o que permite então que ele faça os gráficos e médias. Quero dizer que esses dados são independentes do número de scans que fazemos por dia.

Olha, não tenho NENHUM interesse pessoal no sucesso do FSL mas sou fã incondicional. Além de poupar os dedinhos da minha Laurinha, a principal vantagem que vejo é que a fiabilidade dos dados e facilidade de utilização permitem um controle muito mais fino das glicemias, o que significa melhores resultados e mais saúde pra nossos filhos! 


Sem esquecer que podemos medir mesmo sobre as roupas – até com os casacões de inverno aqui!

Uma coisa bacana também é que cada vez que temos um problema com o sensor, eles nos enviam rapidamente um outro pra repor, sem custos (exceto se for por mau uso, claro).

DESVANTAGENS ? 

- Preço… tem que poder pagar…

- Por mais que seja discreto, pra Brasil aonde vocês usam roupas muito mais leves, fica a tal « moeda » aparente… mesmo sob as roupas, da pra ver a rodinha…

- O leitor é pequeno, perde facilmente! cuidado!!! 

- Outra desvantagem? Não consigo achar!

Pequena informação: de novo: não tenho nenhum interesse no sucesso da Abbott com o FSL. O acesso pra compra é livre, é só se cadastrar. Aqui temos o direito de comprar acho que 4 ou 6 sensores por mês por conta, mas podemos criar quantas contas quisermos. Aconselho esperarem que chegue ao Brasil porque o envio a partir daqui é caro e longo (quanto mais barato escolhermos o modo de envio, mais risco de perda). Infelizmente não posso me comprometer a enviar pra quem quiser, no Brasil. Fico muito feliz que já esteja chegando por ai, para quem quiser (e puder!) aproveitar. Olhem no site da Abbott, tem um link dedicado ao Free Style Libre.


No Brasil pode ser feito o cadastro de interesse em compra clicando aqui.


Agradecimento: 
Yara querida! Obrigada pela disposição em relatar a experiência de vcs com o FSL, como sempre pronta em colaborar com a gente, tenho certeza será útil para as pessoas que nos acompanham.
Gratidão <3

79 comentários:

  1. Yara e Laurinha,
    Bom dia! Obrigado pelo excelente texto. Foi um brinde e tanto. De fato, o FSL é o máximo. Sonho de consumo de qualquer diabético. Não vejo a hora de começar a usar. Sou usuário da bomba de insulina e sempre adepto às novas tecnologias. Gostaria, se possível, de lhe pedir a gentileza de fazer um paralelo (uma comparação) entre o FSL e o leitor/sensor Enlite/Minilink, quando se trata de precisão e informação de tendências da glicemia. É que ganhei na justiça o Enlite/Minilink e estou prestes a recebê-lo. Fico aqui pensando com os meus botões se eu começar usar a usar esses sensores da Medtronic se haverá necessidade de também utilizar o FSL, uma vez que ambos utilizam o fluido interticial. Outra dúvida que ficou com relação o FSL é se ele emite algum alarme sonoro quando a glicose chega a níveis indesejados de glicose (hipo e hiper). Agradeço muitíssimo se puderem me ajudar. Grande abraço e todo sucesso do mundo prá vocês. Horácio Luz.

    ResponderExcluir
  2. Algo que ninguem comenta, mas é muito bom: Tem aplicativo pra Android, qualquer celular Android com NFC pode ser usado como scanner e monitor.
    segue link do aplicativo da propria Aboutt: https://play.google.com/store/apps/details?id=com.librelink.app

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena... não está disponível pro Brasil.. :(

      Excluir
    2. A Abbott não liberou ainda no Brasil, mas é possível instalar o app baixando no link abaixo, o celular tem que ter tecnologia NFC.
      https://apkpure.com/librelink/com.librelink.app

      Excluir
    3. Olá! Será que é possível esclarecer-me uma dúvida? Essa app substitui a máquina ou é apenas um complemento? Obrigado!

      Excluir
    4. o smartphone e leitor podem ser utilizados em simultâneo?
      Obrigado

      Excluir
    5. Meu esposo é diabético tipo 1 e comprou esse aparelho, só que tem um problema sério : ele faz exercício físico e o sensor simplesmente solta ! Isso não poderia acontecer. Ele não pode colocar proteção com micropore porque tem alergia. É horrível.

      Excluir
  3. yara, obrigado pelo post. recebi agora um FSL aqui no Brasil e vou aplicar em um dos meus filhos (os dois são tipo 1)... seu post me deixou mais confiante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. André, vou falar pra Yara de seu agradecimento...

      Se vc tiver perfil no Facebook tem um grupo sobre o FSL, é só pedir pra entrar e te aceitamos..

      Boa sorte na experiência com seus filhos, se quiser nos contar um pouco da vivência de sua família com o diabetes, podemos publicar aqui no blog.

      Abraços

      Excluir
    2. Opa o endereço do grupo: https://www.facebook.com/groups/127420407661631/

      Excluir
  4. Tinha que ler via smartphone, sensor ja e caro, ainda tem que comprar leitor, putz...eta abboot...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente por enquanto aqui no Brasil tem que comprar o conjunto.. Acredito que logo liberem o APP pra celular.

      Excluir
  5. Estou em Salvador e uma amiga me mandou este aparelho. Estou insegura quanto a aplicação. Será que tem alguem aqui em salvador que já usa este aparelho ? Se tiver , escreve pra mim telmapiedade@gmail.com.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou de Curitiba, meu aparelho e sensor chegaram hoje, estava muito ancioso mas na hora de aplicar confesso que fiquei com medo de sentir dor, não doí nada! só assusta é o barulho de grampeador que ele faz, posiciona ele na parte de trás do braço e aperta até o aplicador fazer o barulho, ai com a mão dá uma apertadinha em volta pra garantir que ele se fixou, ainda não posso dizer muito sobre o aparelho, mas até o momento estou maravilhado com ele!

      E muito bom e esclarecedor toda as informações que a Yara passou pelo texto, muito obrigado!

      Excluir
    2. Obrigada vc pela presença Diego, boa sorte no uso do FSL, nos contratos sua experiência depois. 😉

      Excluir
    3. Telma no Facebook tem um grupo do Libre e tem pessoas de todo o Brasil, por favor procure lá o grupo e peça para participar aí vc encontrará alguém de Salvador.

      Excluir
  6. Pessoal, estou usando o Libre há quase uma semana e os valores que aparecem nele são muito diferentes quando comparo com a glicemia capilar nas tirinhas. Isso é normal? Etsou preocupada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol tem pessoas que dá variação por mais tempo mesmo,troque ideias com outras pessoas no grupo do Facebook, procure por FSLibre Brasil e peça pra participar, que te incluem 😉

      Excluir
    2. Silvia não encontrei este grupo no Face.
      já tentei comprar pelo site, já faz mais de 1 semana que estou tentando fazer contato ... sniff

      Excluir
  7. Estou esperando a um mês a Abbot liberar meu CPF para comprar. Não aguento mais esperar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arthur procure na caixa de spam, geralmente vai pra lá!!!

      Excluir
  8. Qual é o preço do sensor pela drogaria onofre?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em torno de R$ 600,00 0 conjunto inicial!!

      Excluir
  9. Bom dia Silvia!

    Que tipo de fita adesiva posso usar quando começa a descolar?

    Estamos no 5 dia e está decolando as bordinhas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Shyrlene!!!

      Vc pode usar o adesivo tegaderm,geralmente é vendido em farmácias e tem similares tb.

      Boa sorte pra vcs!!!

      Abraço

      Excluir
  10. Oi, Silvia!

    Vcs tem experiência com o libre e natação? Mais de 30 minutos dentro d'água?
    Meu segundo dia de uso, até agora valores iguais ou com pouquíssima diferença!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tudo bem?

      Meu filho não está usando o FSL por enquanto.. Então não tenho como te responder, mas tem um grupo no Facebook onde várias estão usando e podem te ajudar.
      Por favor peça pra participar, ainda é só publicar.
      Boa sorte!!!!

      Excluir
  11. Prezada Silvia, boa tarde!
    Meu nome é André, sou diabético a 30 anos, fiz a aquisição desse aparelho aqui no Brasil no dia 02 e continuo realizando os testes de glicemia capilar juntamente com a utilização do FSL. Contudo tem dado uma média de 80u de diferença entre a glicemia capilar e o resultado do FSL e após ligar para o laboratório Abbot me informaram que isso é normal e está dentro da faixa de erro aceitável (80u de diferença é aceitável???... então o que nã seria aceitável???...)
    Aconteceu isso contigo também no começo? Qual é a média de diferença de valores entre os resultados de seu FSL e o teste de glicemia capilar?
    Desde já agradeço pela atenção!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá André, seja bem vindo em nosso espaço!

      André meu filho ainda não usa o FSL, pelo que acompanho de outros usuários nos primeiros dias é comum dar essa diferença, pq o aparelho ainda está calibrando, vc começou dia 02, então aguarde até dia 10. Ate lá é pra estar tudo ok. Lembrando que em casos de hipo e hiper é bom continuar com a ponta de dedo.
      Tem um grupo no Facebbok sobre o FSL peça para participar!!
      https://www.facebook.com/groups/127420407661631/
      Boa sorte pra vc e ótimas glicemias!!!

      Excluir
    2. Andre, bom dia... comprei o meu FSL em 26/07/16 e o sensor tambem estava dando em media de 40 a 50 un de diferença, entrei em contato com o 0800 da Abbott e o meu sensor foi trocado, sugiro que ligue e solicite a troca, no mais estou muito satisfeita com o FSL e o atendimento da Abbott.

      Excluir
  12. Pessoal. Meu filho tem 12 anos e tem diabetes tipo 1 desde os 6 anos. Fui um dos primeiros a comprar o aparelho quando chegou no Brasil. É simplesmente magnífico. Preços: Aparelho R$240,00 e sensor R$240,00. Cada sensor pode ser utilizado por 14 dias, após isto o próprio aparelho não lê mais. Portanto o primeiro custo é de R$750,00 (1 aparelho e 2 sensores). Nos meses subsequentes o custo é somente os 2 sensores (R$ 480,00). Então a única desvantagem que eu vejo é o preço "salgado"! A diferença entre as medições do sensor e as medições furando o dedo é muito pequena. Li acima que foi encontradas diferenças de 80u mas até agora o máximo que eu encontrei foi 20u, tranquilamente permissível. Em fim, o aparelho é um benção!!! Muito bom! O melhor é poder passar os gráficos pro computador e analisar.!! Vale a pena!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLá!!
      Poxa que bom que deu certo pro seu filho e vcs estão aproveitando a tecnologia, deu um alívio!!!
      Boa sorte e tudo de bom pra vcs, abraços.

      Excluir
    2. realmente o preço esta muito salgado!... se pelo menos durasse um mes esse sensor compensava, mas 500 contos todo mes eh inviavel... Sei que querem recompor o custo da pesquisa mas acho que a estrategia esta errada: em vez de produto de nicho podiam vender mais barato e ganhar em escala ... Pois os custos tecnologicos de fabricacao sao muito... mas muito inferiores ao valor do sensor que esta sendo oferecido, basta comparar com o leitor que custa a metade do preco e eh um componente muito mais complexo tecnologicamente. Pelo que entendi o sensor eh apenas um fio inserido na pele (com algum microcircuito basico) e uma tag NFC que pode se lida tanta por smartphones quanto pelo leitor oficial. A inovacao esta no software mas cobram quase 250 reais em algo que sem escala poderia ser vendido a 50 reais, mas com uma escala, de grande produção, poderia custar muito menos que isso...

      Excluir
    3. Tem lógica seu pensamento.. acredito que logo surjam outras empresas com medidores não invasivos e o a tendência é cair o custo.. fora que o medidor ainda precisa de ajuste neh, torcendo pra mudar logo essa realidade. ;)

      Excluir
  13. Olá Silvia,adorei o texto que compartilhou - quero dizer que meu marido é diabético a 29 anos e ultimamente estava tendo muitas hipo principalmente na madrugada então eu que tenho sono leve não estava dormindo direito e nem deixava-o dormir. Qualquer respiração mais ofegante, um ronco ou mesmo por sisma eu estava o acordando até que dia 07 Julho o FSL tão esperado chegou. Sem nenhum interesse em fazer propaganda ELE E MARAVILHOSO,E UM SONHO. Mudou minhas noite e os dias também. Estou muito mais tranquila,a qualquer hora,quantas vezes quiser e so escanear e em segundos saber da situação e agir.Existe sim a diferenca mas vale muito a pena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Margareth, informar ajuda!
      Poxa é tão bom qdo a gente lê que uma tecnologia mudou a vida de alguém pra melhor, que assim continue. É importante compartilhar opiniões!!!
      Tudo de bom pra vcs, abraços ;)

      Excluir
  14. Boa noite! Meu filho começou a usar o FSL hoje , e estamos amando !!! O único problema é o preço dos sensores ...aff
    SURREAL !!!
    É uma pena , pois é um aparelho de extremo alívio e conforto para os diabéticos...
    Deveria ser mais barato .
    Confesso q estou muito chateada porque não vou poder comprar todo mês para o meu filho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Érica!
      Não tenho uma opinião formada sobre o FSL pq não estamos usando justamente pelo custo,mas que ótimo que estão gostando.
      Boa sorte, abraço

      Excluir
  15. Boa Tarde o da minha filha chegou hj e começamos a utilizar percebi que está dando uma diferença de 46 u, para o aparelho capilar, espero que com o passar dos dias fiquem iguais...só de evitar furar os dedinhos constantemente vale a pena, poderia ser mais barato...abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ezequias essa diferença é normal na calibragem, mas deve ser coerente depois, após, somente em casos de hipo e hiper deve medir a ponta de dedo para conferir. O preço é bem salgado mesmo, por este motivo não consegui testar em meu filho..
      Boa sorte pra vcs!!!

      Excluir
  16. E se soltar de vez o que acontece? temos que colocar outro novo? e a cada vez que instalamos teremos essas diferenças de glicemia no início?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Se soltar vc tem que por outro. A segunda pergunta não sei te responder pq não usamos o FSL, ligue no 0800 do fabricante eles podem te esclarecer melhor.
      Boa sorte!!

      Excluir
    2. Olá! Se soltar vc tem que por outro. A segunda pergunta não sei te responder pq não usamos o FSL, ligue no 0800 do fabricante eles podem te esclarecer melhor.
      Boa sorte!!

      Excluir
  17. Olá! Descobrimos neste fim de semana que nossa filha tem diabetes tipo 1 e estamos interessados neste FSL pois ela tem que medir 5x ao dia. Estamos nos adaptando a essa "novidade" mas queremos que ela tenha o que for mais confortável. Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Renata, seja bem vindos em nosso espaço!
      No que tiver dúvidas conte com a gente, sim é uma nova adaptação agora e no que espero fique tudo bem.
      Pra adquirir o FSL vc tem que se cadastrar no site antes, esse é o endereço.

      https://www.freestylelibre.com.br/

      Observe sempre a caixa de spam no email as vezes a resposta vai pra lá.

      Tudo de bom pra vcs. Abraços.

      Excluir
  18. A caixa com sensores é unitária? Gostaria de saber se o preço de 240 reais é no sensor unitário?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que ótimo! Obrigada Silvia e Yara por compartilhar essas novidades (pelo menos é novidade para mim), juntamente com uma bomba deve ser um alívio e tanto, só temos realmente que torcer para baixar o custo. Uma dúvida, ele tem algum alarme em caso de hipo ou hiper? Pq se não tiver, a minha preocupação durante o sono continuaria...

      Excluir
    2. Olá Patrícia!!
      Imagina a intenção é justamente essa informação!!
      Patrícia acredito que não tenha esse alarme, mas tem o gráfico de tendências da insulina que já te dá um parâmetro se pode baixar ou subir as próximas glicemias.

      Excluir
    3. Olá Patrícia!!
      Imagina a intenção é justamente essa informação!!
      Patrícia acredito que não tenha esse alarme, mas tem o gráfico de tendências da insulina que já te dá um parâmetro se pode baixar ou subir as próximas glicemias.

      Excluir
  19. Oi bom dia sou do Brasil como fasso pra compra o aparelho quanto custa o transporte aqui pro Brasil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alexandra, bom dia!!!

      O post em meu blog é informativo, vc teria que falar com o fabricante..

      entre no link por favor pra falar com eles

      https://www.freestylelibre.com.br/?gclid=CjwKEAjw_oK4BRDym-SDq-aczicSJAC7UVRtGNOnU0wdx30kNICuwPn8CTDNrTTRQU_SlyQWElB-WhoCNC7w_wcB

      Excluir
  20. Boa noite! Vc saberia me dizer se o aparelho esta liberado para crianças? Meu filho tem 5 anos e gostaria de adquiri-lo mas para dar um tempo no fura fura dos dedos, pois para usa-lo direto não dar! E no site estar a partir dos 18 anos. Desde já agradeço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia! No Brasil ainda não é liberado para crianças, somente maiores de 18 anos, mas tem muitos pais que estão por conta.

      Excluir
    2. Boa tarde acabei comprando por conta mesmo e gostaria de deixar minha opinião. Adorei, gostei muito e o melhor em um dia só ele já estava com resultados muito proximos do teste capilar. O preço realmente assusta mas como disse na msg acima os dedos do meu filho já estavam muito furados e graças esses 15 dia de descanso, os dedos já voltaram ao normal. Para não descolar, sugiro o uso da fita micro poro, além de ser bem mais barata do que o degaderm, dá para trocar com mais frequência, de resto maravilhoso esse aparelho.

      Excluir
  21. Dura 15 dias, mas leva uns 2 dias para calibrar... Ou seja, dura 13 dias, pois ao aplicar o sensor os resultados iniciais não são confiáveis. Excelente tecnologia, mas com custo inicial muito alto... O mínimo que a empresa poderia fazer era programar para durar 16 ou 17 dias, para precisarmos de 2 e não de 3 sensores/mês...

    ResponderExcluir
  22. Curiosidade: Se vc aplicar o sensor, dá para esperar um tempo até impregnar no organismo, para então dar início à contagem dos 14 dias?
    Ex: Eu aplico, e só sincronizo com o aparelho 24 horas depois, para evitar perder os dias de uso... Ou não faz diferença?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Guilherme não sei te responder essa pergunta, é específica, liga no atendimento ao cliente do fabricante

      Excluir
    2. Bem coerente o seu modo de aplicação, com meu filho demorou somente um dia, mas agora só vou sincronizar somente no outro dia, valeu pela dica.

      Excluir
  23. Oi bom dia queria sabe quanto tempo pode deixar o adesivo degaderm em cima do sensor tive que bota porque em 4 dias ele já tava cuindo

    ResponderExcluir
  24. Não tem um tempo específico, depende de vários fatores, mas se perceber que tá saindo, tira com cuidado e põe outro!!!

    ResponderExcluir
  25. Estou usando o FSL há 2 meses e adorando!!! No começo notei uma diferença sim entre os valores dele e do meu antigo glicosímetro One Touch Ultra, mas agora está tudo bem. Quando tenho hipoglicemias abaixo de 50, apelo novamente para a 'picadinha' no dedo e comprovo os dois resultados para ficar mais tranquila. No mais, só elogios a tecer ao meu companheiro inseparável agora na minha doce vida !

    ResponderExcluir
  26. http://www.onofre.com.br/freestylelibre

    ResponderExcluir
  27. Boa tarde, o meu filho esta usando á 3 dias e esta muito bom, mas estou com duvida porque ele faz natação. Gostaria de saber se ele pode fazer a natação com o aparelho?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Use o degaderm, só q ele é meio caro, no meu filho eu usei a fita micropore, além de ser mais barato da para trocar varias vezes ao dia

      Excluir
  28. Bom dia Silvia,

    Minha filha e usuária da bomba de insulina da ROCHE Accu check e recentemente adquirimos o KIT FSL após a medição não encontrei uma forma de passar o resultado para a bombinha fazer o cálculo de bolus para aplicações nas refeições por esse motivo deixamos de usar o FSL saberia me dizer se tem uma forma de passar o resultado para a bombinha? Muito obrigado pela ajuda, grato Silvano Garcia

    ResponderExcluir
  29. Bom dia Silvano! Seja bem vindo!!!
    Meu filho tb é usuário da bombinha da Roche, usamos o FSL mais por curiosidade e testar.
    Infelizmente não tem como inserir a glicemia na bomba da Roche pra fazer os cálculos, ela só funciona automaticamente fazendo as medições de glicemia com o smaetcontrol, caso contrário tem q fazer os cálculos manualmente e digitar as quantidades de insulina pra fazer o bolus.
    Então, pela praticidade da combo resolvemos continuar com as pontas de dedo, fora q o FSL tem um custo elevado pra gente fica inviável.
    Qquer coisa pode escrever. Abraços!

    ResponderExcluir
  30. Silvia, muito obrigado pelo retorno pelo mesmo motivo deixamos de usar o FSL, fique com Deus.

    ResponderExcluir
  31. Minha experiência com o Freestyle Libre não foi boa. Depois de 2 meses de uso tive problema com a aplicação do sensor, que não aderindo corretamente ao braço, provocou sangramento e se tornou imprestável, já que não pode ser reutilizado. Contatei a ABBOTT e não foi possível o ressarcimento para ter novo sensor. Custo: R$250,00 cada. Prejuízo considerável já que seu uso é permanente. Desisti e voltei a furar os dedos. Há outro inconveniente: é facilmente identificado em qualquer sistema de segurança, como porta de bancos, aeroportos, lojas, etc.
    Enfim, a nova tecnologia nem sempre ajuda. Cuidado ao aplicar o sensor!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo depoimento entre vivências caminhamos!!!!
      Boa sorte com o seu tratamento ;)

      Excluir
  32. Obrigado pelas dicas. Recebi o kit esta semana mas ainda não comecei o uso. Buscando um APP para substituir o scanner oficial - não traz um estojo, como One Touch - encontrei Glimp e LibreLink. O primeiro informa que alguns smartphones podem danificar o sensor, o que me assustou face o custo do sensor. Já o APP de ABBOTT, na tentativa de uso após a instalação, indica que deve ser instalado a partir da loja de aplicativos, e lá informa que está indisponível para os tupiniquins. Alguma dica para driblar isto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!! Infelizmente não conheço nada que possa substituir o sensor do leitor e nada ainda que possa driblar esse inconveniente...

      Excluir
  33. A abott me devolveu um que deu problema e na nota veio com valor de 150, ou seja o resto é imposto. E numa das compras que fiz abott levou 6 dias para entregar no correio

    ResponderExcluir
  34. Esse aparelho pode matar alguém na minha opinião. Ha diferença de até 100 pontos entre a leitura dele e do furo no dedo. Já acionei a anvisa que disse ter centenas de reclamações e que as mesmas estão sendo analisadas. A Abbott tira o corpo fora dizendo ser aceitável, diversas vezes me deparei com glicose de 45 e corria para comer doce, quando na verdade minha glicose era 133/140. Ainda será preciso alguém morrer para essa empresa se dar mal.

    ResponderExcluir
  35. Esse aparelho pode matar alguém na minha opinião. Ha diferença de até 100 pontos entre a leitura dele e do furo no dedo. Já acionei a anvisa que disse ter centenas de reclamações e que as mesmas estão sendo analisadas. A Abbott tira o corpo fora dizendo ser aceitável, diversas vezes me deparei com glicose de 45 e corria para comer doce, quando na verdade minha glicose era 133/140. Ainda será preciso alguém morrer para essa empresa se dar mal.

    ResponderExcluir