segunda-feira, 22 de abril de 2013

Bomba de insulina, testamos e aprovamos!

Gente estou atrasada com esse post, mas eu queria fazer..

Quando se fala de bomba de insulina muita gente acha que é o top do tratamento e pensa aí que alívio vou descansar..

O melhor tratamento para o diabetes é aquele em que você se adapta. Posso dizer que existem variações de conforto e bem estar entre um e outro, mas vai de pessoa para pessoa.

Bom vamos por partes, o que é preciso para usar a terapia SICI?

Primeiro uma indicação médica, somente o médico poderá avaliar se a pessoa tem o perfil pra bomba de insulina e necessita da mesma.  Segundo se você pai e mãe está disposto a operar a bomba ou ajudar seu filho, ela ajuda e muito, mas não faz sozinha, requer uma boa contagem de carboidratos e várias medições de glicemia e terceiro se a pessoa que usar vai se adaptar, pois estará com um aparelho 24h conectado ao corpo.

Nossa opinião sobre a SICI...

A bomba não nos limitou em nada, tudo que o João fazia antes do diabetes, faz agora com canetas e com a bomba. Brinca, pula, joga futebol, vai e vem normalmente. Pra dormir foi tranquilo, ficou muito mais solto, mede a glicemia, faço a contagem de carboidratos, ele insere no smart control e a bomba calcula a quantidade de insulina a ser administrada, assim simples e fácil.

Nossa vida ficou muito mais tranquila com a bomba, nos deu maior segurança pra tudo. O João se adaptou desde o primeiro dia, eu também sigo todo o protocolo para o tratamento e nos damos bem. Em menos de 30 dias com a bomba a glicada foi de 6,9, a última estava em 7,2 uma melhora significativa.

Gostamos tanto e nos adaptamos que entrei com um processo via judicial para o João seguir com o tratamento.. e eis que o parecer da liminar foi favorável. Dentre uns 40 dias no máximo chegará o presente do João e poderemos seguir com o tratamento SICI. Ficamos felizes demais :)

Perguntei pro João: Filho porque você gostou da bomba de insulina?
Resposta : Simplesmente por que com a bomba não preciso ficar tomando 'mil' picadas por dia com a caneta.

Bomba de insulina, testamos a Combo da Roche e aprovamos!!

Conheça como se realiza o teste de bomba de insulina, clicando aqui.

sexta-feira, 19 de abril de 2013

[CAMPANHA] Teste de glicemia obrigatório

Estou compartilhando aqui o status da Nicole Lagonegro.. olhem o que aconteceu hoje..

"Uma menina de 1 ano e 8 meses acaba de falecer.
Ela estava internada, entrou em coma e faleceu.
A médica achava que era dengue. E era diabetes.
Com um simples exame de glicemia, aquele que faço na Vivi 8 vezes por dia, ela estaria viva.
Glicemia deveria ser um exame obrigatório numa investigação dessas. Uma criança interna com sintomas de desidratação, vômito, etc... faz a porra da glicemia. É tão simples..."

É REVOLTANTE, não tenho outra palavra pra expressar o que estou sentindo..

Vamos começar uma campanha pra tornar obrigatório o teste de glicemia em hospitais e prontos socorros, não custa tentar!

domingo, 14 de abril de 2013

Responsabilidade com o tratamento

Responsabilidade uma palavrinha extensa e que tem um peso significante.

Segundo o dicionário um dos significados da palavra responsabilidade é: "dever de arcar com o próprio comportamento ou com as ações de outrem".

Em qualquer situação da vida assumimos responsabilidades, não tem como fugir disso! Com o tratamento do diabetes não é diferente. Quando criança a responsabilidade do tratamento é dos pais. Os pequenos colaboram mas quem assume é o adulto. Tem um post  Ensinando os filhos a tomar decisões que fala um pouco no que as crianças podem ajudar.

Assumir a responsabilidade com o tratamento do diabetes é ir além de cumprir com a etiqueta solicitada pelo tratamento. Para manter os níveis glicêmicos dentro de uma normalidade, o diabético (criança ou adulto) precisa enfrentar uma série de desafios como já sabemos: mudança de hábitos de vida, cuidar do diabetes 24 horas/dia, cuidar da alimentação, fazer contagem de carboidratos, praticar atividade física regularmente, monitorar as glicemias, injetar várias vezes ao dia a insulina ou administração de uma bomba de infusão de insulina, e por ai vai..

Buscar informações pra uma melhor qualidade de vida, fazer valer os direitos de nossos filhos como cidadão diabético também é uma responsabilidade nossa de pais presentes e ativos.

Sim, se a criança diabética tem o direito aos insumos, medicamentos, insulinas e tratamento pelo SUS, devemos buscar junto aos órgãos competentes fazer valer esses direitos, é nosso dever! Dá trabalho com certeza, acordar cedo, pegar filas, preencher formulários, ir e vir, mas só assim assumindo essa responsabilidade poderemos mudar algo.

Não adianta somente reclamar, devemos levantar, assumir e agir!

terça-feira, 9 de abril de 2013

Bomba de insulina e seus acessórios

Antes de conhecer a bomba de insulina uma das minhas perguntas era: "Como será essa bomba, o que é que vem junto?"

Neste post vou mostrar cada uma dessas partes, assim fica mais fácil de entender, quem estiver pensando em fazer o test drive já vai conhecer um pouquinho.

No Brasil existem somente dois tipos de sistema de infusão contínua de insulina liberados pela ANVISA, a bomba que o João conheceu foi a Combo da Roche, é essa que vou mostrar nas fotos.

A Combo é composta pela bomba e o smart control que facilita muito a vida de quem usa, tudo é feito por ele, mas os comandos básicos podem ser feitos diretamente na bomba.

O conjunto de infusão é composto por:


Cartucho de insulina

A insulina é transferida para a seringa transparente que fica dentro da bomba

Cateter é conectado na bomba e depois na cânula que fica no corpo

Conjunto de infusão pronto antes de ir para a bomba

Bomba prontinha para ser conectada na cânula
Agora vou apresentar a cânula que fica 'grudadinha' ao corpo, é através dela que a insulina 'chega' ao organismo. A cânula é trocada a cada 3 dias, ou seja, somente a cada 3 dias recebemos uma picada, bem diferente das canetas.
cânula parte da frente

cânula parte de trás

cânula no aplicador, a agulha maior é a guia, o que fica dentro do corpo é a parte transparente de silicone

depois de aplicar ao corpo, tira-se a parte azul

agora é só tirar a agulha guia

prontinho é só conectar o outro lado do cateter na bomba

Tudo pronto, fica assim!
Pronto bomba de insulina sem mistérios! Para conhecer mais sobre a SICI clique aqui.