UM POUCO DE NÓS

Silvia

Sou a Silvia esposa e mãe do João Pedro e do Julio César. Moramos em Piracicaba/SP. Não sou profissional na área de diabetes, trabalho numa escola, minha experiência é com a Educação.

A minha vivência com o diabetes se deve ao meu dia a dia com o João Pedro, ao conhecimento adquirido através de informações onde sempre procuro me atualizar para um dia quem sabe.. estar apta em colaborar com a Educação em Diabetes.

O objetivo desse blog é relatar a nossa história com o DM, poder compartilhar e ajudar outras famílias que passam pelo mesmo momento.. Não posso dizer que o diabetes foi a melhor coisa que nos aconteceu, mas a nossa vida se tornou muito melhor depois do dm!


João Pedro
João Pedro a estrela principal deste blog! Nasceu em julho/2004, foi diagnosticado com diabetes tipo 1 em junho/2011 é uma criança super saudável e convive bem com o diabetes.

Tem ainda uma timidez em público e perante os amigos, mas está se soltando cada vez mais. Desde o primeiro dia fez o dextro sozinho e começou com a autoaplicação depois de um breve tempo, aceitou tudo super bem.. claro que tem dias melhores e outros nem tanto, mas isso faz parte da vida de qualquer criança, com diabetes ou não.

Faz tudo que uma criança 'normal' faz, pula, brinca, chora, briga, cai, levanta.. vai em festinhas e tudo mais, só tem uma diferença os cuidados com o dm! O diabetes não o limitou em nada.. Se quiser saber como tudo começou clique aqui.


Julio César
Julio César nasceu em junho/2010, também é uma criança super saudável! Convive de boa com  o diabetes do irmão. Aliás para ele é natural.. as vezes faz o dextro junto na maior alegria, sempre quer aplicar insulina, para isso tem uma caneta vazia  (sem agulha) que vive em sua mão pra cima e pra baixo.

Tem paixão pelo irmão e quer imitá-lo em tudo!

O Julio também tem uma história de vida, saiba mais clicando aqui.



Dirceu
Meu marido, pai dos meninos, também convive bem com o diabetes, participa dentro do possível na ajuda com os cuidados do dm!
Foi diagnosticado com diabetes tipo 2 em janeiro/2013, devido aos sintomas apresentados em março através de exames descobrimos ser tipo1. Desde então tem todos os cuidados que o tratamento exige pra um futuro sem sequelas.
Empreendedor do Grupo e-usinas.





17 comentários:

  1. vou falar pra minha irma..Paula de voce...ela vai querer ser sua amiga no face..bjs!!! Ela é a mae da Duda...que te falei!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro Michelle fale sim! No que puder ser útil conte comigo!
      Beijos e um na Dudinha tb!

      Excluir
  2. Olá, Silvia! Gostaria de entrar em contato contigo para conversar pois na família tenho um sobrinho de 3 anos que foi identificado diabete do tipo 1.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jean seja bem-vindo em nosso espaço, vi seu recadinho na fanpage e respondi por lá. Qquer dúvida estou a disposição.
      Abraços

      Excluir
  3. Respostas
    1. Oi Gislaine, tudo bem e vc?

      Desculpa a pergunta.. nos conhecemos da onde mesmo?

      Excluir
  4. Silvia Onofre, nós do Mocha Cafe nos sensibilizamos e estamos apoiando sua causa, gostaria de poder contar com o seu conhecimento e auxilio caso possa. Frente a isso estamos promovendo uma semana dedicada ao diabético com cardápio exclusivo em nossa pagina no face.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Robson e Cibele!!

      Que bom poder contar com o apoio de vcs, podem contar comigo sim.

      No final passo ai pra gente conversar!!!

      =D

      Excluir
  5. Silvia, beleza este teu blog. Tenho 72 anos, diabetes 2 pessimamente diagnosticado há uns 40 anos, mas sob controle. Debaixo de pau, mas sob controle; não é fácil não. Disse pessimamente porque nas vezes em fui ao médico, glicemia em jejum em torno de 130, faziam-me algumas algumas recomendações; nunca uma restrição séria, a demonstrar a gravidade de um pré-diabetes que, em 25 anos PODE causar grandes males. Em suma, só me dei conta dos perigos quando o solado dos pés começou a fervilhar. Estou bem, mas assombrado. Gostei muito das suas informações. Acho que vou ficar mais uns dias no pinicador de dedos. Comprei o gentlee, da Abbott, mas não gostei muito não. Em termos de fitas, a Ultrafarma tem feito promoções interessantes (75 fitas por 60 e poucos reais) do modelo optium, também da Abbott. Gosto muito da Abbott. Já fiz vários testes com outros medidores, me parece que o mais preciso seja esse tal optium. O lite, também da Abbott, tem a vantagem de exigir um minimo de sangue, menos que o optium; acho que vou voltar para ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Francisco, seja bem vindo neste espaço!
      Realmente o diabetes quando não cuidado pode causar sequelas, mas que bom vc estar bem, boa sorte pra vc e continue se cuidando.
      Abraços

      Excluir
    2. oi
      Boa tarde, minha mae ´tem diabete tipo 2, comprei aquele medidor de glicemia freestyle, mas tem dia q o resultado da medida do sensor ta alta demais em relaçao a medida da picadinha no dedo. Por gentileza tem alguem ai usando o sensor frestyle para me dizer. obrigada

      Excluir