terça-feira, 15 de maio de 2012

Janine e sua história com o diabetes - 3 filhos DM1

O João Pedro está resfriado desde domingo a tarde, está tomando corticoide, quando ele fica assim, senão cuidar, vem garganta, ouvido e ai vai...

Sabemos que esse medicamento é horrível pro diabetes, glicemias altas, altas.. já estava preparada, para isso, mede e corrigi com a novorapid... só que na hora do almoço qual o meu susto, ele mediu e deu HI, falei tá errado, mede de novo, HI, liguei pro Endo e ele explicou que era assim e coisa e tal... nos passou as unidades a serem aplicadas, mas que mesmo assim enquanto estiver com a medicação ia ficar mais alta.

Comecei o dia super bem, mas fiquei péssima nessa hora, mesmo sabendo que não é culpa minha, falei que estava preparada, mas quando acontece ai que a  gente vê mesmo..

Eu estou bem melhor, já passou, é triste, mas acontece, mas porque relatei tudo isso? Eu tenho um filho com diabetes e as vezes não é fácil, algumas mamães tem dois, mas a Janine tem três docinhos em sua casa e encara tudo numa boa, vamos ler e aprender um pouco com essa super mamãe!

Meu nome é Janine, tenho 41 anos e tenho 3 docinhos em casa. Convivo com a diabetes a 7 anos qdo o meu caçula, Adriel,aos 3 anos foi diagnosticado com dm1. O susto no começo é grande, mas já tinha algum conhecimento porque minha cunhada é dm1. Ele sempre entendeu o que podia ou não comer. Qdo Tinha festa de aniversario na escola ele comia o lanchinho q levava( eu mandava umas guloseimas Diet). Com 4 anos de idade, ele já dizia: "mãe, To baixo!" , me avisando que estava com hipo, fofo.

Depois de 5 anos convivendo com a diabetes, o meu filho Tiago, o mais velho, ficou enjoado um fim de semana. fiquei desconfiada. Medi sua glicemia e deu 242 em jejum. Pronto, não tive dúvidas. Ele estava com 17 anos e pra ele foi bem difícil…convive com a diabetes a quase 2 anos. Muito responsável e preocupado ele não come se estiver alto, apesar de faminto, espera a hora da insulina fazer efeito. Uma benção, faz tudo sozinho, se conhece, se controla, não me preocupo em nada com ele.

Por fim, o recheio do sanduíche, o filho do meio, Ian, diagnosticado a mais ou menos 10 meses. Comia demais, resolvi medir, glicemia 268, agora nem susto sentia mais, até ri da piada. Porque só podia ser piada… idade boa 13 anos, aborrescente. Ainda bem q foi bem no inicio, o pâncreas ainda esta ajudando, pois ele é difícil, come muito ainda ( graças a Deus só o q pode). Mede poucas vezes, teimoso, não entrou no esquema ainda. Vai levando.

O pediatra não acreditou e me perguntou como desconfiei dos 2 mais velhos, se os sintomas não tinham nada haver. E do Adriel,eu q pedi o exame de sangue, pq vi q ele estava sofrendo , não comia, só bebia e fazia bastante xixi na cama. Resultado: 438. Mãe sente qdo tem algo errado com seus pimpolhos…

Força a gente arruma, não é fácil, mas tbem não é difícil. Eu sempre digo para eles q tem coisas bem piores. É a vida com os seus obstáculos. Esses são meus docinhos, meus amores.



Nenhum comentário:

Postar um comentário