sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Como nós conseguimos as insulinas e insumos em nossa cidade

Quando o João foi diagnosticado com dm uma das preocupações era como conseguir insulinas e insumos pelo SUS, mas até que foi tranquilo, tivemos que juntar alguns papéis, ter um pouco de paciência mas deu tudo certo.

Os insumos [tiras reagentes e lancetas] e o glicosímetro pegamos no Unidade Básica de Saúde de nosso bairro, para tal apresentamos a receita do Endocrino, preenchemos um formulário e era para aguardar 30 dias, mas no dia seguinte nos ligaram e estava tudo pronto nos esperando somente pra retirar. A cada 6 meses fazemos a renovação com uma nova receita médica.

O João usa a insulina basal lantus, essa eu consegui por acaso no Centro de Atenção a Doenças Metabólicas - CADME [fone: 3422-2719], mantido pela Prefeitura. Estava eu um dia retirando os insumos na Unidade de Saúde quando fui abordada por uma enfermeira que me perguntou qual insulina meu filho usava, na época [sembro/2011] ele ainda não usava a ultrarrápida, somente a basal.. ela me disse que a Prefeitura estava disponibilizando algumas cotas dessa insulina no CADME, na mesma hora peguei o número do telefone e liguei, apresentei somente a receita médica da insulina e já sai dela com uma caneta. A renovação também é feita de 6 em 6 meses. Infelizmente a Prefeitura não disponibilizou mais cotas, somente mantém os cadastros da primeira remessa.

A insulina ultrarrápida novorapid nós conseguimos via processo administrativo, precisa juntar alguns documentos, o médico precisa preencher o formulário de solicitação, carimbar, fornecer a receita, mas não é nada complicado, fizemos assim..

O primeiro passo foi se dirigir a Farmácia de Alto Custo [Rua do Trabalho, 602 / Vl Independência / Fone: 3437-7440] e pedir o formulário de Solicitação de Medicamento por paciente e anexar os documentos provenientes para o mesmo.

Levar tudo para o médico preencher e também tem que anexar a receita do medicamento, feito e conferido quem deve enviar pelo correio para a Comissão de Farmacologia é o  Consultório, Hospital, Clínica, ou Instituição de Saúde em que o paciente é atendido.

O processo para ser aprovado demora em torno de 30 dias, o paciente é avisado através de telegrama ou e-mail, dai é só ver a data marcada pra retirar na Farmácia de Alto Custo. A renovação também é feita de 6 em 6 meses. Isso vale para o Estado de São Paulo.

Para maiores informações clique aqui.



5 comentários:

  1. Aqui em Minas é beeeem diferente..... Pra inicio de conversa nao fornecem lantus para menores de 6 anos .... E para fornecerem vc deve levar 3 glicadas ruins, comprovando que a nph nao esta dando certo para então te fornecerem a lantus........super justo, nao? Para ter direito a lantus só com 9 meses de descontrole! As tiras reagentes só dão 100 por mês ..... Se vc levar o glicosimetro e provar que esta usando..... Resumindo o tratamento da Marília é integralmente bancado por nós .....entramos no programa de descontos da Sanofi para as insulinas e a economia tem sido considerável, mas ainda precisava de algo no mesmo sentido para as tiras......é a diferença das Minas Gerais.......morei toda a minha infância em São Paulo e sei que aí as coisas funcionam!!!!!
    Ah adorei o novo visual do blog
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu conheço a realidade Minas e acho uma pena, pois todos tem direito ao melhor tratamento..
    Kellen e via judicial, como funciona ai?
    Obrigada, mas ainda estou mexendo..
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Oi Sil,
    Fico muito feliz que aí seja mais fácil de conseguir os insumos,prova de que as coisas quando bem feitas funcionam!!!Aqui,temos de apresentar 2 glicadas com intervalos de 3 meses cada para comprovar o descontrole,agora me pediram um exame de peptídeo c para comprovar qual meu tipo de diabetes,relatório médico,glicemia de jejum,mas isso é só para Lantus,sobre os outros insumos como fitas,lancetas,seringas(aqui não fornecem agulhas para caneta)é de responsabilidade da prefeitura,lancetas já não recebo desde ano passado,fitas estava conseguindo pegar 1 caixinha com 50 por mês,mas desde mês passado não estou conseguindo pegar mais,estão em falta por causa de um tal processo licitatório sem previsão de quando vão normalizar a entrega das fitas...Para entrar na justiça para garantir o fornecimento das fitas é bem demorado,uma amiga entrou e já faz mais de três meses e nada de resposta ainda!A justiça é bem lenta!!!Uma coisa que precisamos para ter um controle adequado,que está sendo negado!Não tenho condições de arcar com os insumos!São muito caros!Só não estou sem os insumos,porque ganhei de doação,mas se fosse para comprar já estaria sem poder fazer as medições e já teria voltado para Nph...
    Beijos amiga!Saudades de vc!

    ResponderExcluir
  4. Oi Cris, saudades tb!!
    É muito triste essa realidade.. e vc é uma das muitas atingidas por isso..
    Tratamento igualitário para todos é isso que torço pra acontecer..
    Esse post funciona direitinho para s crianças.. não sei como é com os adultos.. vou procurar saber e vou divulgar tb..
    Devagar as coisas estão começando a acontecer..
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Sou diabética a 16 anos e toda renovação é a mesma burocracia para conseguir ter o direito a receber as insulinas Lantus e Lispro. Novamente estou em processo judicial para continuar com o direito de receber tais insulinas. Tanta burocracia que chega até a desanimar, parece até que optamos por ter essa doença onde o tratamento cada vez mais se torna caro. Gostaria apenas que fosse um tanto menos burocrático e sem tantas recusas, pois a informação deles são sempre as mesmas, que devemos utilizar as insulinas NPH que não tem a menor condição de controlar a Diabetes Tipo I. Envergonhada com as normas de analise para esse tipo de medicamento.

    ResponderExcluir